Corrupção endêmica, estelionato eleitoral e aguda crise econômica – o que revelam?

“O estelionato eleitoral é mais uma face da falência do sistema de representação pelo voto no qual o representante nada tem a ver com o representado.”

Os acontecimentos em curso no Brasil, muito mais do que tomar partido por um grupo ou outro, leva-nos a constatar as profundas dificuldades por que passa o atual sistema econômico, político e social e ajudam a vislumbrar que para superá-las será preciso que uma nova ordem se imponha.

A corrupção endêmica carrega a marca do capitalismo que se auto proclama da livre inciativa mas que no mundo moderno mantêm suas margens de lucro através de monopólios, oligopólios e falsa competição. O estelionato eleitoral é mais uma face da falência do sistema de representação pelo voto no qual o representante nada tem a ver com o representado. E a crise econômica mostra ao mesmo tempo um estado que tudo quer fazer e pouco pode e uma realidade profunda a qual se tenta ver como passageira, mais um ciclo do sistema econômico.

Acesse aqui o post completo.

Anúncios

Para quem ainda acredita na democracia representativa.

“Minhas amigas e meus amigos. Eu já fui criança, já fui pobre, já fui idoso, já morri, já ressuscitei. Quando fui anão fiz muito pelo povo. Vote em mim. Eu sou negro, sou mulher e sou honesto.”

Quem representa quem?

Bem, vou continuar devendo a descrição dos 6 últimos princípios para uma macroeconomia de transição para uma Nova Economia, mas não resisti ao filme acima e a tratar do tema.

Acesse aqui o post completo.

A tragédia de Santa Maria. Um dano originado de ignorância, incompetência, negligência, oportunismo, incompreensão ou subestimação do nexo causal constituí crime?

“(João) Bosco (me) disse uma frase que abriu uma cratera em minha cuca: – Tem uma linha ligando o desprezo pela vida humana, que matou os jovens em Santa Maria, e os sorrisos de Collor e Renan na casa de tolerância. O problema é que há muitos pontos e vemos raras linhas. Não aprendemos a ligar os pontos.” Aldir Blanc em Os pontos e as linhas.

Presídio brasileiro

A tragédia de Santa Maria.

Antes de apresentar minha resposta vou expor alguns casos:

1) “Pibinho”. A solução imediata para o “pibinho” de 2012 foi o incentivo à compra de carros via redução do IPI. Na mesma época foi aprovada uma versão mais dura da lei seca, que passou a ser seca, realmente, tentando frear as mortes causadas pelo álcool que obviamente é proporcional ao número de veículos. Isto sem falar em todos os problemas que o aumento da frota causa: obsolescência, poluição, mortes, investimentos mal direcionados, engarrafamentos, etc.

Terá havido desconsideração consciente da relação entre aumento da frota e mortes?

Acesse aqui o post completo.

O Papa e o meteoro, O que diria Jesus? e Golpe contra novos rumos.

“Seria bom saber que todos os políticos eleitos usam os mesmos serviços públicos de seus eleitores.” Cristovam Buarque.

'2009 Leonid Meteor (cropped, afterglow closeup)' photo (c) 2009, Ed Sweeney - license: http://creativecommons.org/licenses/by/2.0/

Em destaque.

Acordei sábado, dia 23 último, com uma bela surpresa. 3 ótimos, 2 deles divertidos, artigos no jornal O Globo, e que têm tudo a ver com a Nova Economia.

Aliás, antes que me perguntem, registro que diariamente me surpreendo com o mencionado jornal que tem uma orientação claramente conservadora e ainda por cima é monopolista. A bem da verdade, monopolista por incompetência dos antigos Correio da Manhã, Jornal do Brasil e Última Hora.

Acesse aqui o post completo.

%d blogueiros gostam disto: