Boletim quinzenal do NEWGroup – edição de 9 de maio de 2014

a nova economia, hoje                                                                              

É preciso sustar a crise climática e a desigualdade

Caro amigo,

Quando as pessoas falam sobre “transformação do sistema”, o que elas realmente querem dizer? A ideia geral é que os valores e as instituições da economia atual estão nos empurrando em direção à instabilidade econômica debilitante, destruição ambiental, mudanças climáticas, concentração de riqueza e corrupção política. E o que nós precisamos é de um sistema saudável, mais justo e resistente o suficiente para se recuperar frente a  qualquer transtorno.

O Congresso dos EUA tem a oportunidade de dar um passo para a transformação do sistema através do debate em curso sobre o incentivo ao desenvolvimento de energia na África. Infelizmente, o projeto de lei sobre a mesa, Eletrificação da África, está largamente vinculado ao sistema econômico atual.

Como meus colegas explicam no “The Nation”, ativistas do clima conseguiram inserir alguns poucos elementos positivos neste projeto de lei, incluindo algum suporte para energia renovável descentralizada. Mas, devido ao fato que o projeto de lei deixa a porta aberta para projetos de combustíveis fósseis, que irão beneficiar principalmente as grandes corporações, ele não é, de longe, capaz de proteger as pessoas e o seu meio ambiente.

Não só estamos lutando contra esses tipos de políticas como também estamos pensando e desenvolvendo os valores e as instituições necessários à uma Nova Economia, voltados, entre outros,  ao equilíbrio ecológico, distribuição equitativa e democracia real.

Estamos, ainda, ajudando a desenvolver e promover a Nova Economia e uma Transição Justa, apoiando iniciativas críticas à transformação do sistema, como a campanha global para desinvestir em combustíveis fósseis e investir em iniciativas de energia limpa, como as listadas em “Democracia energética para todos“.

Abaixo, eu selecionei alguns artigos que destacam soluções de uma Transição Justa para uma Nova Economia e relacionados à crise climática.

Cordialmente,

Noel Ortega
Coordenador do NEWGroup.

O momento para a Justiça Climática

parque eólico

Ao mesmo tempo em que a sociedade civil global exige uma revolução pela energia renovável, o Congresso dos EUA está votando uma lei de incentivo à eletrificação da Africa que deixa a porta aberta para os combustíveis fósseis.

Por Janet Redman, Emira Woods e John Cavanagh

leia mais

Junte-se ao nosso “Webinar”: Como medir o progresso? Substituindo o PIB pelo “Indicator de Progresso Genuíno” (IPG)

terra verde

E se nós definirmos o sucesso econômico não pelo dinheiro que gastamos e os bens que consumimos, mas pela qualidade de vida que criamos? O IPG faz exatamente isso. Levando em conta desde os custos do crime, poluição, transporte e desigualdade até o valor da educação, trabalho voluntário, tempo de lazer e infraestrutura, o IPG nos ajuda a entender os verdadeiros impactos de nossas políticas para que possamos criar a economia sustentável que queremos.

Você sabia que (os estados americanos) de Maryland e Vermont adotaram o IPG em nível estadual, e que Massachusetts está considerando fazer o mesmo?

Junte-se a nós para ouvir sobre o papel que grupos de base e ativistas estão tendo nesses estados e além visando a adoção de medidas econômicas alternativas. Vamos ouvir histórias de Massachusetts, Maryland, Vermont, e do “Mid-Atlantic Transition Hub”, e avaliar como nossos próprios estados podem continuar – ou começar – a medir o que importa.

Registe-se aqui gratuitamente!

Roteiro para a sobrevivência

Transporte de Combustíveis Fósseis

O último relatório da ONU sobre o combate à crise climática, apesar de um forte viés ocidental, é a ferramenta mais completa que temos.

Por Oscar Reyes

leia mais

Pagar para mudar o fulcro da crise climática

Logotipo Jamaica Plain

O Pentágono precisa para colocar seu dinheiro onde sua boca está.

Por Emily Schwartz Greco e John Feffer

leia mais

Desafiando os pressupostos de crescimento que estão no cerne das nossas políticas econômicas.

Vanderbilt Mansion

Um fato econômico é considerado autoevidente: que o futuro bem-estar dos Estados Unidos requer crescimento econômico – de preferência, tanto dele quanto pudermos reunir.

Mas é hora de encarar uma verdade ecológica que torna a suposição tradicional cada vez mais insustentável, por mais impopular e difícil que esta conclusão possa ser: Crescimento nem sempre é possível. E também, não é necessariamente desejável.

Por Gar Alperovitz

leia mais

O NEWGroup – New Economy Working Group é uma iniciativa conjunta do IPS – Institute for Policies Study, que o coordena, do YES magazine, da DC – The Democracy Collaborative, da NEC – New Economy Coalition, do ILSR – Institute for Local Self-Reliance e do Living Economies Forum.
O texto original e os links do texto traduzido estão em inglês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: