1º Ano

  1. Utilize a central de comentários para as suas críticas, sugestões e observações. Mais do que bem vindos, os seus comentários ajudam a melhorar e aprofundar o conteúdo deste blog.
  2. Para ler notícias relacionadas à Nova Economia, acesse o link à direita.
  3. A Pesquisa da Semana é sobre o tema tratado no post e está apresentada em seguida a ele.

'Construção' photo (c) 2008, nandinhazinha - license: http://creativecommons.org/licenses/by/2.0/Na última 5ª feira completou-se 1 ano desde o lançamento deste blog. Com um número crescente de acessos semanais, atualmente 600, alcançou 12 mil no total.

O blog é inteiramente dedicado à causa da Nova Economia. A sua grande referência foi e continua sendo a nef, the new economics foundation, que é, a meu ver, o principal centro de estudos sobre o assunto. É espantosa a alta qualidade e a quantidade de estudos e atividades desenvolvidas pela fundação.

A Nova Economia tem uma mensagem relativamente simples: voltar a capacidade produtiva da humanidade para seu próprio benefício, reduzindo a desigualdade social, preservando o meio ambiente e buscando o bem estar. Difícil é implementá-la, pois as resistências são enormes e variadas. É verdade que a crise, que vem desde 2008, com fortes efeitos em todo o mundo, trouxe um novo impulso para que a mudança se imponha.

No Brasil, especificamente, frente às enormes carências de grande parcela da população, é mais difícil escapar da lógica do “crescimento econômico” como meio para resolver os problemas, apesar dele ser, de fato, a sua causa. Mas, cedo ou tarde, é inevitável que por aqui também, o movimento se afirme.

Enfim, difícil ou não, a causa me entusiasma, torna leve o trabalho e faz desta uma marcante experiência de vida.

De todos os posts, dois foram, para mim, especiais. Um, Do Ambientalismo para a Nova Economia focado numa brilhante palestra de Gus Speth (preso recentemente por protestar em frente da Casa Branca) e que mostra a necessidade de entendimento e ação conjunta de todos os que militam em áreas afins. O outro, A democracia sobreviverá?, foi o 1º post de outro autor neste blog, uma transcrição de artigo publicado por Elimar do Nascimento e que faz um preciso e inovador diagnóstico da democracia por representação.

Foram ao todo 45 posts, além de pesquisas semanais, das notícias e textos “Em destaque” e de citações em “Você concorda?”. O que mais me surpreende e agrada, apesar de não ter sido fácil entender isto antes de decidir-me a lança-lo, é que o blog está sempre em elaboração, mutação, melhoria, mesmo conservando sua concepção original. E que é com o passar do tempo e publicação de posts que ele vai ganhando consistência e qualidade.

A criação da central de comentários foi uma destas mudanças, permitindo a troca de ideias independentemente do tema de um post ou da publicação de um novo. Ela começa a ser usada e espero que se afirme ao longo do próximo ano.

A criação da página de notícias permitiu a informação diária de links para notícias e textos que possam interessar o leitor e que sejam relevantes para a Nova Economia.

A reindexação do conteúdo nos tópicos “por que”, “o que” e “como”, e seus sub tópicos foi outra mudança importante, que, aliás, ainda está em processo à medida que procuro caracterizar os principais aspectos envolvendo a Nova Economia.

Tornar-se um apoio para o CASSE (Centro para o avanço da economia em equilíbrio) no Rio de Janeiro foi outro acontecimento importante no período. A partir daí seguiu-se a preparação, divulgação e coleta de assinaturas para versão brasileira de sua declaração de princípios e a troca de ideias com colaboradores do centro. 

Bem, vamos em frente. A causa vale a pena.

Termino sugerindo que você, leitor, participe da pesquisa relacionada ao tema, no post que se segue.

Anúncios

Uma resposta to “1º Ano”

  1. Christopher Says:

    Utilize a a central de comentários, no menu principal.


Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: